O presidente do PSD e pré-candidato ao Senado, Carlos Fávaro, visitou os municípios de Marcelândia e Novo Mundo, no norte de Mato Grosso e lamentou a situação das rodovias estaduais MT 320 e MT 419. “É uma vergonha ver rodovias que eram pavimentadas voltar a ser de terra, ainda mais com o Fethab dobrado”, afirma Fávaro.

A MT 320 liga a BR 163 a Marcelândia e a MT 419 faz a ligação entre Guarantã do Norte e Alta Floresta, passando por Novo Mundo. Uma das principais demandas dessa região é a logística, para escoar a produção agrícola que cresce cada vez mais. Mas também para o bem estar da população, para o transporte entre as cidades, de ambulâncias, de viaturas de polícia.

“Eu não admito o desvio de finalidade do Fethab. Tem que ter prioridade na realização de obras e esse é um compromisso que quero assumir na construção de uma chapa para governar Mato Grosso”, concluiu Fávaro. Com a conclusão dessas obras, a região deve se tornar um pólo econômico e um entroncamento entre várias cidades.

 

Regularização fundiária

Outra demanda da região norte do Estado é a regularização fundiária. O processo antes era muito burocrático e uma mudança na legislação já permitiu o avanço na entrega de títulos fundiários.

“A regularização fundiária é uma espécie de carta de alforria da pequena propriedade, é a vinda para a legalidade, acesso ao crédito, a certeza do desenvolvimento para o produtor rural. Por isso tem que ter comprometimento e efetividade na entrega de títulos. Só quem sabe a falta que fez um título da terra sabe dizer o quanto é importante esse trabalho”, afirma Carlos Fávaro.